quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Seja uma linda mulher

A beleza é um dos triunfos da mulher. Querer ser bela é inerente à feminilidade. Nestes dias em que a mulher anda reinando não apenas no lar, mas se projeta no cenário público, é bom que esteja apta para reinar com toda a sua pujança.


A Rainha Ester foi a mulher que impressionou pela sua beleza, não apenas ao rei, mas ao guarda das mulheres e a todos que a cercavam (Ester 2). A beleza de Ester não era superficial e nos fala de muito preparo. Foram doze meses de embelezamento.
Deus tudo fez tudo belo e admirou-se de Sua criação. Aprimoremos também a beleza que Deus criou.

Eis aqui um infalível tratamento de beleza:


LIMPEZA INTERIOR
Do coração procedem as fontes da vida (Pv 4.20-27).
Dele é necessário retirar todas as manchas, cicatrizes de amargura, frustrações, toda a sujeira que esteja poluindo a alma. Jesus adverte que o mal vem de dentro (Mc 7.14-23) e Jeremias fala dos enganos do coração (Jr 17.9), por isso faz-se necessário permitir um trabalho profundo do Espírito Santo para a remoção de tudo que possa comprometer a beleza do caráter do Cristão. O Salmo 139.23-24 nos conduz à confissão e quebrantamento pela ação do espírito.


ELIXIR DE REJUVENESCIMENTO
A mente exerce um grande poder sobre nós. Somos, realmente, aquilo que pensamos - belas ou feias, novas ou velhas. Paulo fala em transformação pela renovação da mente (Rm 12.2). Faz mais efeito que as operações plásticas que concertam ou pioram apenas o que é exterior. Encher a mente de pensamentos positivos (Fp 4.8) e preenchê-la com a Palavra de Deus (Cl 3.15). Aí se encontra o verdadeiro segredo da força da juventude.


ÓLEO PARA A CABEÇA
O óleo da união derramado sobre a cabeça de Arão (Sl 133) que nos leva a amar as pessoas, aceitá-las como são. Óleo que lubrifica os relacionamentos, fluindo como ingredientes para uma convivência saudável. Também o óleo da unção do Espírito que ungindo a cabeça, faz transbordar o coração (Sl 23.5).


BATOM PARA OS LÁBIOS
É o louvor. Salmo 34.1 nos recomenda a usá-lo constantemente. Evitemos palavras ferinas, negativas ou hábitos da murmuração. Enfeitar os lábios com palavras de louvor, de conforto, que levante os abatidos e glorifiquem ao nosso Rei (Sal 19.14).


MAQUIAGEM
Não há processo mais eficaz para embelezar a face do que a alegria. "O coração alegre aformoseia o rosto..." ( Pv 15.13 ).


BRILHO
O tempo que passamos com Deus dá brilho a vida. Que o diga Moisés (Ex 34.29). "Para ser bela pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante de deus" - Michel Quoist.


CREME PARA AS MÃOS
(Ec 9.10 e Pv 31.20) Mãos adornadas com o serviço ao próximo. Mãos que trabalham, mãos que constroem, mãos que ajudam, mãos que sustentam os debilitados.


CALÇADOS PARA OS PÉS
(Pv 4.26-27) - Pés que andam por caminhos direitos ( Is 52.7 ) - Pés formosos que levam boas notícias, as boas novas da salvação.


TRAJE
Alta costura do Atelier do senhor - (1Pe 3.3-4) apresenta o traje do espírito manso e suave. E é a única fórmula bíblica para conquistar o esposo para Cristo.

PERFUME
Mais precioso que o "Chanel 5 ", pois é da "grife" do Senhor - ( ( 2 Co 2.14-15 ) - O perfume de Cristo. É um pouco diferente das famosas essências francesas cujos frascos precisam ser bem lacrados para não exalar o aroma; neste, o "vaso de alabastro" ( a nossa casca grossa) tem que ser quebrado para perfumar o ambiente.

ETIQUETA SOCIAL
Aulas de etiqueta social não podem faltar ao tratamento de beleza, pois completam o trabalho realizado. Define-se apenas numa palavra AMOR. Sem ele nada tem valor. E com ele é possível nos apresentarmos com nobreza em qualquer ambiente. ( 1 Co 13.5 ) " O amor comporta-se bem e não busca vantagens próprias".

Que Deus lhe proporcione oportunidades para viver a beleza de Cristo em todo o seu esplendor. Desenvolva toda sua potencialidade de MULHER CRISTÃ atuando em sua Igreja em um dos ministérios existentes, em seu lar, enfim em todo tempo que a Luz de Jesus brilhe através de você.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Trabalho com Adolescentes

A Jornada Humana



A vida é uma jornada. Ao longo desta jornada todos nós passamos por algumas experiências comuns: nossos corpos crescem; as rugas começam a aparecer aos 12 anos; o sistema nervoso encerra o seu desenvolvimento por volta dos 25 anos e a ingestão diária de comida e líquido nos mantém vivos.
No entanto, além desta jornada física através da vida, há também uma jornada espiritual. Para o cristão essa jornada se inicia e se encerra com Deus. Por meio da fé em Jesus Cristo, obtemos a promessa de uma vida abundante agora e da vida eterna mais tarde.
Aproveite esta aula para ajudar os adolescentes a compreender a natureza humana em um mundo caído e a perceber como a morte e a ressurreição de Cristo podem nos libertar.
Objetivos
Nesta aula os adolescentes irão:

• Estimar o valor de suas vidas como seres criados à imagem e semelhança de Deus;
• Ver como o pecado rompeu o relacionamento das pessoas com Deus;
• Descobrir por que não podem chegar a Deus por si mesmos;
• Compreender o perdão de Deus por meio de Jesus Cristo e
• Conhecer as promessas de Deus para o presente e o futuro.

Estudo

1-Auto-conhecimento - (Cada adolescente vai precisar de uma folha de papel criativo ou sulfite, uma caneta hidrográfica, uma tesoura e um alfinete de fralda).
Recorte as “pegadas” e cole-as, com fita adesiva, nas paredes da sala de aula, seguindo a ordem numérica.)
Ao passo que os adolescentes forem chegando, peça-lhes que façam um crachá com seus nomes, seguindo as instruções apresentadas na primeira pegada. Distribua o papel, as canetas hidrográficas e as tesouras. Incentive os adolescentes a perguntar uns aos outros que palavras descrevem melhor, e de modo positivo, o jeito que são. Mande que prendam os crachás na roupa. Dê tempo para que os alunos leiam os crachás uns dos outros.
Depois de alguns minutos, reúna os adolescentes e diga: A vida é uma jornada. Ela é feita de muitos acontecimentos ao longo de sua trajetória. Do mesmo modo que há uma jornada física da vida, há também uma jornada espiritual. Hoje viajaremos pelo trajeto espiritual para ver o que existe no lado espiritual do ser humano.
Peça a um voluntário que leia em voz alta o que está escrito na segunda pegada. Peça aos adolescentes que respondam às perguntas.
Explique: O que vocês pensam sobre a vida pode variar de um dia para outro; isso pode ocorrer até mesmo em relação ao que pensam sobre vocês mesmos. No entanto, Deus conhece a verdade daquilo que realmente somos em todas as circunstâncias.

2- A Boa Notícia - (Você vai precisar de um espelho grande com a frase: "Você foi criado à imagem e semelhança de Deus" escrita ou colada bem na parte da frente. Vire o espelho de
frente para a parede. Faça uma cópia do texto "Criados à Imagem de Deus" - para cada aluno, que também deverá ter uma Bíblia e um lápis.)
Leia em voz alta as instruções contidas na terceira pegada e solicite um voluntário para cumprir a tarefa mencionada. Faça com que todos os adolescentes olhem para sua própria imagem refletida no espelho. Pergunte:
O que significa ser criado à imagem e semelhança de Deus? (Significa que somos parecidos com ele em alguns aspectos; significa que ele foi seu próprio modelo quando nos criou.)
Diga: Vamos dar uma olhada nas características humanas que se assemelham às características de Deus.
Distribua as cópias do texto "Criados à imagem de Deus"- as Bíblias e os lápis. Marque cada canto da sala com uma letra diferente: A, B, C e D. Marque o centro da sala com a letra E. Leia em voz alta a primeira referência bíblica da folha e dê 10 segundos aos adolescentes para decidirem qual das respostas à direita da lista corresponde ao texto lido. Os alunos deverão correr para o canto da sala que corresponde à letra da sua resposta. Depois que todos tiverem escolhido uma resposta, dê-lhes a resposta certa. Repita o procedimento com as outras passagens bíblicas.
Quando todos tiverem terminado, repasse as respostas e discuta as respostas dadas pelos alunos. As respostas corretas são: 1. d; 2. c; 3. e; 4. b; 5. a.
Depois dessa atividade, reforce a auto-estima dos alunos, dizendo: Vocês são importantes para Deus. Ele criou vocês iguais a ele.
Passe para a quarta pegada, pedindo aos adolescentes que respondam às perguntas.

3-A Má Notícia - (Você vai precisar de alguns jornais, um saco grande de lixo e oito balões inflados. Coloque dentro de cada balão uma referência bíblica da atividade "Errando o Alvo". Você também vai precisar de uma lata de lixo ou de um balde. Cada participante deve ter uma Bíblia. Usando uma caneta hidrográfica, escreva "Salmo 53.1-3" em uma cartolina ou papel manilha.).
Diga: Embora sejamos muito diferentes daqueles que estão à nossa volta, todos nós temos uma coisa em comum.
Erga a cartolina e peça a um voluntário que leia o Salmo em voz alta; diga à classe que preste atenção ao que os versículos dizem sobre a condição das pessoas hoje. Em seguida, pergunte:
• Vocês concordam com o ponto de vista do salmista? Por quê?
• De que modo a corrupção e a injustiça impedem as pessoas de se relacionar com Deus? (As pessoas corruptas não se importam com Deus; algumas pessoas nunca ouvem nada sobre Deus e, portanto, vivem longe dele).
Leia em voz alta a quinta pegada e faça o que ela determina. Entregue algumas folhas de jornal às equipes e diga-lhes que terão três minutos para achar o maior número possível de exemplos de pecado e corrupção ali descritos. Peça aos alunos que arranquem as manchetes, fotografias, reportagens, propagandas e outras notícias relacionadas com o pecado.
Depois de três minutos, peça às equipe que falem sobre seus "pecados". Diga: Precisamos limpar nossa sujeira.
Passe o saco de lixo pela sala e peça à classe que junte os papéis o mais rápido possível. Diga: Vejam como suas mãos estão sujas!
Pergunte:
• Se vocês identificaram pecados nos jornais, o que poderia representar a tinta preta que ficou nas mãos de vocês? (Culpa; conseqüência do pecado.)
Não deixe que os adolescentes lavem as mãos. Leia em voz alta a sexta pegada, dando tempo para que a classe discuta as respostas das perguntas.
Passe para a sétima pegada, dizendo: Na sétima pegada, veremos como o pecado se parece com uma flecha que erra o alvo.
Leia a sétima pegada.
Peça a um voluntário que leia Romanos 3.23 em voz alta. Dê tempo para que os adolescentes encontrem uma definição para pecado.
Depois de ajudar a classe a encontrar uma boa definição, ilustre Romanos 3.23 pedindo a cada aluno que tente acertar um balão dentro do cesto de lixo (ou do balde) a uma distância aproximada de 1,5m. Depois que todos tiverem tentado, pergunte:
• De que modo errar o cesto de lixo se assemelha à condição de ser humano? (Desejamos viver corretamente, mas erramos o alvo; desejamos amar a Deus, mas, por nós mesmos, não conseguimos).
Para que seus alunos tenham algumas noções de como acertar o alvo, peça-lhes que estourem os balões e procurem os versículos neles colocados. Peça aos adolescentes que leiam as referências bíblicas encontradas. Então, pergunte:
• O que esses versículos dizem sobre "errar o alvo"? (Que todas as pessoas erram o ideal estabelecido por Deus; que Deus está disposto a nos perdoar quando erramos).
Leia em voz alta a oitava pegada, deixando que os alunos respondam às perguntas .

4-A Melhor Notícia - (Você vai precisar de uma toalha úmida, um jornal amassado e uma tigela com terra. Cada adolescente vai precisar de um prato de papel fino, dois pedaços de barbante e uma caneta hidrográfica.)
Diga: Podemos perceber agora que ninguém é capaz de superar o pecado por meio de religião ou de uma vida cheia de regras.
Peça a um voluntário que leia a nona pegada. Então, diga: Deus os ama tanto que providenciou um meio de vocês poderem restaurar o relacionamento com ele. Esta restauração acontece por meio de Jesus Cristo.
Leia João 3.16. Diga: Deus providenciou um meio para vocês, mas vocês têm uma escolha. Vou colocar três objetos sobre a mesa e cada um de vocês terá a chance de escolher um, com o qual poderão limpar seus pecados (a tinta preta nas mãos de vocês). Mas, primeiro, vamos dar uma olhada mais de perto no pecado em nossas vidas.
Distribua os pratinhos, os pedaços de barbante e as canetas. Diga: Escreva no prato um pecado que você sabe que existe em sua vida. Ninguém vai ver o que você escreveu. Faça furos nos lados do pratinho, amarre os pedaços de barbante nos furos e amarre o pratinho no rosto, com o pecado voltado para você.
Certifique-se de que os adolescentes não podem enxergar pelas laterais de suas "máscaras". Coloque a toalha úmida, o jornal amassado e a tigela com terra sobre uma mesa. Enumere os objetos (os adolescentes não saberão que número corresponde a determinado objeto). Em seguida, peça aos alunos que venham à mesa, um de cada vez, e digam o número do objeto com o qual desejam limpar a tinta preta. Diga aos alunos que fiquem em silêncio durante essa atividade. Depois que todos tiverem participado, mande que removam a máscaras e vejam o resultado. Pergunte:
• Por que foi difícil fazer uma boa escolha? (Porque a máscara me impediu de ver; porque eu não tive nenhuma orientação).
• De que modo as máscaras se assemelham ao pecado em suas vidas? (O pecado nos impede de ver a vontade de Deus para nós; ele não me deixa ver direito para onde estou indo).
Diga: Para estar perto de Deus, vocês têm que estar dispostos a se afastar do pecado. Vocês fizeram isso ao removerem suas máscaras. Deus removerá suas máscaras quando vocês lhe pedirem.
Deixe que os adolescentes limpem as mãos com a toalha úmida, enquanto você faz a leitura, em voz alta, de I João 1.9.
Feito isso, leia a décima pegada, dando tempo para que os alunos respondam às perguntas.

5- Quem? Eu? - (Você vai precisar de uma cópia do texto "Pegadas na Areia". Cada aluno vai precisar de uma Bíblia, um lápis, uma folha de papel sulfite e um pedaço de fita adesiva.) Diga: Deus não somente remove a culpa do pecado de nossas vidas, mas também promete nos ajudar a ser mais parecidos com ele.
Leia Mateus 5.3-12 em voz alta. Em seguida, peça a um voluntário que leia a décima-primeira pegada, e mande que os adolescentes sigam as instruções. Distribua os lápis e dê tempo aos alunos para que escrevam no verso do crachá. Solicite alguns voluntários para que comentem seus novos crachás. Incentive seus alunos a colocar os crachás em lugar onde possam ver as promessas.
Leia a última pegada e a história "Pegadas na Areia". Indague:
. De que modo esta parábola ajuda vocês a compreender o relacionamento do homem com Deus? (Somos seus filhos; ele nos ajuda nas horas difíceis).
. Esta aula mudou sua perspectiva sobre seu relacionamento com Deus? Como? (Passei a compreender que Deus deseja estar comigo; quero me esforçar em fazer as escolhas certas na vida.)
Entregue a cada adolescente uma folha de papel sulfite e um pedaço de fita adesiva. Peça-lhes que colem a folha de papel sulfite no crachá. Diga: Para encerrar, vamos mostrar nossa gratidão a Deus por nos ajudar a ser cada vez mais semelhantes a ele. Na folha de papel sulfite de cada colega, escreva uma atitude que mostre o caráter de Jesus na vida dele/dela.
Quando todos tiverem terminado, dê-lhes a oportunidade de ler os crachás. Encerre com uma oração de agradecimento a Deus por nos ajudar a ser cada vez mais semelhantes a ele.
Ann Cannon

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Tema: A Cesta Básica da Verdadeira Auxiliadora

"Então, Jesus, erguendo os olhos e vendo que grande multidão vinha ter com ele, disse a Filipe: Onde compraremos pães para lhes dar a comer?" (Jo 6.5)

Introdução: O apóstolo João relata a preocupação do Senhor Jesus com a fome da multidão que o cercava. Seus discípulos trouxeram-lhe o lanchinho de um menino (cinco pães e dois peixes). Depois de orar, o Mestre repartiu-os e ordenou que os discípulos distribuíssem à multidão. Todos comeram e ainda sobraram 12 cestos!
O Mundo Hoje - Hoje o nosso planeta é habitado por mais de 6 bilhões de pessoas e, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 800 milhões passam fome! No Brasil, estudos divulgados pela Fundação Getúlio Vargas revelam que 50 milhões de brasileiros são indigentes, isto é, sobrevivem com uma renda per capita mensal menor que 80 reais.
A Origem da Cesta Básica - O governo federal criou um programa de distribuição de cestas básicas para atender a esses milhões de indigentes de nossa pátria. Gêneros que compõem a chamada cesta básica: arroz, feijão, macarrão, fubá, óleo, leite, farinha, café, açúcar, além de algum material de limpeza e higiene pessoal (os produtos podem variar de acordo com a região).
Observação: A cesta básica é tão importante que a variação dos preços de seus produtos mede a inflação.
Outras Cestas - A cesta básica inspirou a criação de outros, programas de assistência aos carentes:

1) No Rio de Janeiro, a "Cesta do Cidadão” que doa cheques de R$ 100,00 a famílias carentes com renda mensal de até R$ 130,00 reais, que mantenham dois ou mais filhos na escola com a vacinação em dia.

2) Em São Paulo, o programa "Alimenta São Paulo", que distribui cestas básicas para famílias com renda inferior a meio salário mínimo.

3) “Bolsa-Escola" do governo federal, que beneficiará 11 milhões de crianças de 5,8 milhões de famílias. O valor da bolsa é de R$ 15,00 por aluno, e cada família terá direito, no máximo, a R$ 45,00 mensais, independentemente do número de filhos.

Que Produtos Compõem a Cesta Básica da Verdadeira Auxiliadora?

Á luz da Bíblia entendemos que não podem faltar os seguintes produtos espirituais:

1) Humildade – A Bíblia exalta a humildade (Salmos 138.6; 1 Pedro 5.5; Mateus 5.3). Jesus, o filho de Deus disse: “...aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração.” (Mateus 11.29).

2) Fé – Por quê? Porque “sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11.6). Leia também os versículos 1, 31 e 35 do mesmo capítulo.

3) Esperança – O substantivo esperança deriva do verbo esperar. Nossas expectativas, nossos anseios devem estar somente em Deus (Salmos 62.1). Jesus Cristo é a nossa esperança (1 Timóteo 1.1).

4) Pureza – “Felizes os que têm o coração puro, pois eles verão a Deus” (Mateus 5.8), disse o Senhor Jesus. Paulo exorta Timóteo a conservar-se puro (1 Timóteo 5.22).

5) Leitura Diária da Bíblia Sagrada - A Palavra de Deus é alimento essencial para nossa vida. "Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus" (Mateus 4.4). Por meio da Bíblia Deus se revela e mostra a Sua vontade para o nosso viver. Façamos nossas as palavras do salmista: "Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!" (Salmo 119.97).

6) Oração – Esse produto básico não pode faltar na vida da Verdadeira Auxiliadora. Orar é ter comunhão íntima e pessoal com o Deus Todo-Poderoso. Nosso Mestre orava e aconselhou-nos a orar sempre e sem esmorecer (Lucas 18). Paulo exortou os Tessalonicenses a orar sem cessar (1 Tessalonicenses 5.17). O próprio Senhor Jesus ensinou: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação” (Mateus 26:41).

Conclusão – Além das virtudes cristãs que mencionamos, há outras que não podem faltar na vida da serva do Senhor Jesus, como, por exemplo, as ensinadas em Gálatas 5.22. Amada irmã, com esses produtos da “cesta básica” da Verdadeira Auxiliadora em nossa vida, com certeza faremos diferença neste mundo famélico de valores morais e espirituais.

Preparando a cesta e seus produtos - Você pode utilizar uma linda cesta de vime. Faça os “produtos” com caixas (embalagens) de presentes. Escreva nelas o nome dos produtos de modo bem legível.
Desenvolvendo o tema – Inicialmente a “cesta básica” deverá estar vazia. À medida que for discorrendo sobre o tema e apresentando o produto, você o colocará na cesta.


Nota: A idéia acima foi extraída da Revista SAF – Ano 48 / 3º Trimestre de 2002

Sugestão de Estudo Bíblico Para Círculo de Oração (10 semanas)




Tema: Tire a Máscara – Cl 3.8-10



Material: O cartaz com o tema é feito em papel cartão e fica a seu critério como enfeitá-lo. As máscaras são feitas de papel color set ou cartolina. O ideal é confeccionar uma máscara para cada estudo e se preferir, uma cor para cada máscara.
Procedimento: As máscaras são colocadas num suporte no cartaz, uma em cima da outra. No dia do estudo, retirando-se a máscara do estudo anterior, aparece o nome do estudo do dia atual. Quando forem retiradas todas as máscaras, aparecerá um rosto bonito porque tem sinceridade e verdade. Um rosto sem máscara! Escreva o nome do estudo em cima da boca da máscara (ver modelo acima).

Iniciando o Estudo
Máscara da Hipocrisia - Mateus 23.25-27
Introdução: Máscara é aquilo que se põe no rosto para esconder a sua identidade. Pode ser também aquilo que usamos temporária ou permanentemente, tentando esconder de nós mesmas o que não queremos admitir.
Nós, Mulheres Redimidas por Jesus, temos a responsabilidade de refleti-lo em nossas vidas, portanto, não devemos usar máscaras que nos impeçam disto. Por isso, com a ajuda do Espírito Santo, vamos ti- rar primeiramente a Máscara da Hipocrisia.
O texto ataca a exterioridade na vida espiritual, o mecanismo da fé e prática religiosa. O hipócrita é um indivíduo cheio de exterioridades. Muitas vezes usamos esta máscara. Por exemplo, quando dirigimos um sorriso a alguém, porém no íntimo o chamamos de patife; quando nos alegramos com o sucesso de alguém, mas no fundo não é isso que queríamos; quando apertamos a mão do nosso pastor e afirmamos: "conte comigo", mas na primeira oportunidade falamos mal dele, do seu sermão, do seu salário, da sua família, etc; quando fazemos elogios fingidos; quando fazemos um trabalho de má vontade, apenas por obrigação, etc.
Em nome de Jesus vamos tirar esta máscara (quem estiver fazendo o estudo tira a máscara do cartaz) e vivermos uma vida sem fingimento. Lembremos que um dia a misericórdia de Deus nos alcançou, nos redimiu e restaurou da condição de miseráveis pecadores.

Máscara da Mentira - Efésios 4.25; Colossenses 3.9

Tal como o velho homem deve ser despido, de uma vez por todas, no ato da conversão, assim também o ato pecaminoso da mentira deve ser abolido para sempre de nossas vidas. No versículo de Efésios está destacada a afirmação de que somos um só corpo, responsáveis pelo bem estar dele, razão pela qual não podemos mentir, já que isso produz um efeito devastador, desastroso e debilitador no corpo de Cristo, que se fundamenta sobre a VERDADE.
Você faz uso desta máscara? Peça ao Senhor que guarde a sua língua de proferir mentiras. Permita que Cristo seja o Senhor da sua língua, e, em nome de Jesus tire a máscara da mentira deixando a verdade transparecer na sua vida.

Máscara da Inveja - Gálatas 5.21-26

Sabemos que a inveja é uma das obras da carne, logo, é do diabo, que é cheio de inveja. Esta máscara é vista em nós quando nos mostramos diligentes no trabalho do Mestre, simplesmente na tentativa de nos equipararmos àquelas mulheres consagradas, quando em nosso coração há o espírito de competição, para fazer melhor do que a outra, para que o "EU" sobressaia. Estas atitudes e outras semelhantes não se associam à mulher cristã que é dirigida pelo Espírito Santo. Deixe esta máscara cair e seja autêntica, seja feliz com o que você é e tem.

Máscara da Vanglória - Gálatas 5.26; Filipenses 2.3; 1 Coríntios 1.31
O que existe em nós que mereça louvor e glória? Em 2 Coríntios 4.7 somos comparadas a um simples vaso de barro, para que a excelência seja de Deus e não de nós mesmas. Os dons que possuímos não são de nossa autoria, é obra do Espírito Santo, para que exercendo-os, Jesus seja glorificado em nós. Usando esta máscara queremos os aplausos e almejamos a glória. Se isso não acontece, ficamos tristes, decepcionadas e desestimuladas para realizar o que nos vem à mão.

Máscara da Omissão - Romanos 2.11

Ser remisso é o mesmo que ser omisso. Deus nos chamou para estarmos diante Dele, não sendo negligentes (2 Crônicas 29.11). Usamos esta máscara quando somos vagarosas, servas descuidadas e negligentes. Nenhum desocupado entrou no colégio apostólico, nem nós fomos chamadas apenas para estarmos na lista do rol de membros da nossa igreja (João 9.4). Esta máscara é vista em nós quando utilizamos termos como: "não posso", "não tenho tempo", sempre que nos pedem para fazer algo ou para ocupar um cargo, e mesmo sem cargo, quando permanecemos inativas enquanto a obra carece de nós. É hora de tirarmos esta máscara e dizermos ao Senhor como Isaías: "Eis-me aqui, envia-me.”

Máscara dos Ressentimentos - 1 Coríntios 13.5
"... não se ressente do mal."

Como tem sido a nossa reação diante das ofensas recebidas? Mostramos o amor que resolve criativamente os conflitos? Ou estamos sempre ressentidas com alguma coisa? Esta máscara é vista em nós quando somos ofendidas e ficamos emburradas, chegando a nos afastar do trabalho e até da Igreja. Já parou para pensar se Jesus tivesse sido uma pessoa ressentida? Deixe esta máscara e seja uma pessoa que "tudo sofre, tudo espera e tudo suporta" com amor.

Máscara da Ganância - Lucas 12.13-21
No versículo 15 Jesus faz uma advertência contra a avareza. No paraíso Adão e Eva quiseram mais do que já tinham e pecaram. A ganância ou avareza tem sido a causa de vários e sérios problemas em nossos lares. Reclamamos de tudo, da casa, dos móveis, da comida, nada nos contenta. É comum na igreja vermos esse tipo de sentimento tomado espaço. É como se disséssemos: Deus, as tuas bênçãos são poucas! Cuidado com as murmurações e o consumismo! Procuremos aprender a lição que Paulo mostrou ter aprendido, em Filipenses 4.11. Deixe esta máscara e estaremos convencidas que Deus nos dá o melhor antes mesmo que peçamos.

Máscara da Ansiedade - Mateus 6.25-32
Se somos ansiosas, mostramos falta de fé e "sem fé é impossível agradar a Deus". Devemos ter como exemplo o nosso pai na fé, Abraão, que num momento crucial de sua vida soube dizer "Deus proverá". Jesus é quem nos dá segurança, amparo, inspiração, consolação. Ele é quem sustenta a nossa vida e a preserva. Agindo com ansiedade nos tornamos mulheres inseguras, desamparadas, sem horizontes, aflitas e fracas. Confiemos em Deus que tudo pode e que está atento a nossas necessidades.


Máscara da Maledicência - Colossenses 3.8
Como apreciamos falar da vida alheia. Sempre que estamos reunidas abre-se o parlamento para a maledicência. Vamos cortar esta parte da liturgia de nossas reuniões. De nada adianta cantarmos "Quão bom e agradável é que os irmãos vivam em união" e depois fazer laços de maledicência (Salmo 141.3). Pedir para o Senhor nos ajudar é dar oportunidade para o Ele agir. Quem usa esta máscara demonstra o quanto está raquítica espiritualmente. Como novas criaturas, precisamos abandonar tudo o que fazia parte de nossa velha natureza, incluindo a maledicência (Efésios 4.29).

Sem Máscara - No cartaz de ilustração deve aparecer um rosto bonito e alegre.

Esta é a verdadeira identidade da mulher redimida por Jesus. Temos que ter autenticidade de vida, demonstrar que Cristo nos transformou completamente. Esta autenticidade é para quem está sendo dirigida e cada dia mais repleta do Espírito Santo (Efésios 5.15-20). Que a beleza de Cristo seja vista em você todos os dias de sua vida, e que você esteja honrando e glorificando o nome do Senhor Jesus.
Amada irmã, desenvolva cada estudo proposto aqui, na dependência do Espírito Santo. Espero em Deus que eles contribuam para a reflexão sobre o que Deus requer de cada uma de nós, caminhando cada vez mais na santificação.

Convite


segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Idéia de Alianças Para Fortalecimento dos Laços Conjugais

“Alianças”
(Pr. Jaime Kemp)

Sem dúvida alguma, será de grande proveito se estas alianças forem ditas a seu cônjuge regularmente. Digamos uma vez por mês, seguidas de um diálogo sobre o aperfeiçoamento de comunicação entre o casal.

a) Eu me comprometo a ouvir meu cônjuge com todo cuidado quando se comunicar comigo, não somente com os ouvidos mas também com o coração.
b) Eu me comprometo a providenciar a hora oportuna, caso haja necessidade, e resolver um problema, ou de compartilhar algo importante com meu cônjuge.
c) Eu me comprometo, pela graça de Deus, esforçar-me para sempre falar a verdade com amor. Não exagerar, interromper ou agredir meu cônjuge em meio a uma conversa.
d) Eu me comprometo a não usar de silêncio para me vingar ou frustrar meu cônjuge. Em caso de hesitação devido à falta de controle emocional, ou por qualquer outro motivo, procurarei outro horário para resolver o conflito.
e) Eu me comprometo a tentar não responder com raiva ou irritação ao meu cônjuge. Procurarei reconhecer minha parcela de culpa no problema e resolvê-lo o mais rápido possível.
f) Eu me comprometo a me controlar emocionalmente quando estiver resolvendo um conflito com meu cônjuge. Procurarei não levantar a voz, usar de agressões físicas, nem tampouco falar palavras que possam ferir ou ofender.
g) Eu me comprometo a não aborrecer meu cônjuge através do meu comportamento ou pelo muito falar, seja este com críticas ou palavras ásperas.
h) Eu me comprometo, pela graça de Deus, a estar sempre disposto a dizer três coisas:
· Eu estou errado;
· Por favor, me perdoe;
· Eu amo você.

i) Eu me comprometo a sempre procurar compreender meu cônjuge, no que diz respeito ao que ele fala, e assim edificá-lo, encorajá-lo e restaurá-lo.

Assinado,
_________________________________ _______________________________
Esposo Esposa


Nota: Extraído da revista Lar Cristão – Volume I – Número I

Idéia de Trabalho Para Visitação com Mulheres

“Conquistando Para Visitar”

Objetivo: Despertar nas mulheres de Círculo de oração ou Sociedade de Senhoras o desejo e a necessidade da obra de visitação

O primeiro passo para um trabalho eficiente de visitas é conquistar o grupo de visitadoras para tal ofício, levando-as a perceber quanto uma visita pode ser importante para uma pessoa, crente ou não. No entanto, deve-se conquistar primeiramente os domésticos na fé para depois ir atrás dos descrentes.
Devemos nos lembrar que o primeiro exemplo de trabalho de visita foi feito pelo próprio Deus criador, quando visitava Adão e Eva no Jardim do Éden, todos os dias, na viração do dia (Gn 3:8).

Metodologia:
a) Fazer um levantamento das datas de aniversários de cada irmã do círculo de oração, bem como descobrir gostos (comida, cor preferida, número que calça, estilo de roupa, data importante e etc.). Nestas datas importantes vale ressaltar a data de aniversário dos filhos e esposos, independentes de serem crentes ou não – não queremos conquistar?
b) Tomar o cuidado de não deixar passar em branco a data de aniversário de nenhuma mulher (e na medida do possível da família dela também principalmente se não forem crentes). Uma vez que já se conhece os gostos de cada uma, surpreenda-as indo a suas casas levando um bolo, uma torta, um pudim, flores, um presente ou algo que as faça feliz (é importante que se vá acompanhado de outras pessoas).
c) Não se esquecer de comunicar à igreja a data em questão, salvo quando se trata de alguém “especial” (alguém que não goste que se saiba da data do seu aniversário ou coisa parecida) o que não impede que se faça uma homenagem pessoal.
d) Vezes por outra faça você mesmo cartões pessoais (idéia anexa) ressaltando o valor e importância daquela irmã. Este cartão pode ser enviado por terceiros, colocados na bíblia dela ou entregue pessoalmente.
e) Quando atingido um grupo de no mínimo três mulheres, pode-se iniciar o trabalho de visitas aos descrentes. O contato com os descrentes será feito através da “Política da Boa Vizinhança”. Cada irmã deve-se preocupar em agendar visitas na casa de sua vizinha descrente e adotar com ela a mesma política citada a cima.
f) Para solidificar este pequeno grupo de visitas, é importante um trabalho paralelo de oração. Sugere-se um calendário semanal de oração (modelo anexo) de casa em casa, cujo propósito é o fortalecimento e indestrutibilidade da equipe. Tenha certeza que o diabo investirá contra este trabalho tão importante que com certeza renderá muitas almas e família para Jesus.
g) Uma vez que se atingiu um número razoável de visitas a descrentes, elabore o “Chá da Amizade”. Este chá tem como objetivo, além do conhecimento interpessoal, levar a Palavra de Deus a estas mulheres, tendo como base de estudo, as suas próprias necessidades (conhecidas através do trabalho de visitação realizado anteriormente).
h) É importante que o chá seja preparado com antecipação para que não se esqueçam os detalhes que são de suma importância tais como: a decoração do ambiente com o nome das convidadas; o grupo de recepção; a menção aos aniversários que já passaram; as lembrancinhas que serão distribuídas e etc.
i) Se cercado de oração, responsabilidade e disciplina, este trabalho tende a crescer e render muitos frutos para a igreja local e o reino de Deus.

Nota: Este trabalho foi desenvolvido na igreja Assembléia de Deus CIADSETA em Salvador-Bahia, pela Miss. Isabel Cristina. Os resultados foram fabulosos e trouxe uma nova dinâmica para o trabalho de visitas daquela igreja.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

TRATAMENTO DLHERE BELEZA PARA MU


A beleza é um dos triunfos da mulher. Querer ser bela é inerente à feminilidade. Nestes dias em que a mulher anda reinando não apenas no lar, mas se projeta no cenário público, é bom que esteja apta para reinar com toda a sua pujança.
A Rainha Ester foi a mulher que impressionou pela sua beleza, não apenas ao rei, mas ao guarda das mulheres e a todos que a cercavam (Ester 2). A beleza de Ester não era superficial e nos fala de muito preparo. Foram doze meses de embelezamento.
Um novo ano começou e com ele o desafio de doze meses para um tratamento de beleza que nos coloque numa postura que glorifique ao Rei dos Reis. Deus tudo fez tudo belo e admirou-se de Sua criação. Aprimoremos também a beleza que Deus criou.
A receita para este tratamento começa com:

LIMPEZA INTERIOR - Do coração procedem as fontes da vida -(Pv 4.20-27).

Dele é necessário retirar todas as manchas, cicatrizes de amargura, frustrações, toda a sujeira que esteja poluindo a alma. Jesus adverte que o mal vem de dentro - (Mc 7.14-23) e Jeremias fala dos enganos do coração (Jr 17.9), por isso faz-se necessário permitir um trabalho profundo do Espírito Santo para a remoção de tudo que possa comprometer a beleza do caráter do Cristão. O Salmo 139.23-24 nos conduz à confissão e quebrantamento pela ação do espírito.

ELIXIR DE REJUVENESCIMENTO - A mente exerce um Grande poder sobre nós. Somos, realmente, aquilo que pensamos - belas ou feias, novas ou velhas. Paulo fala em transformação pela renovação da mente (Rm 12.2). Faz mais efeito que as operações plásticas que concertam ou pioram apenas o que é exterior. Encher a mente de pensamentos positivos (Fp 4.8) e preenchê-la com a Palavra de Deus (Cl 3.15). Aí se encontra o verdadeiro segredo da força da juventude.

ÓLEO PARA A CABEÇA - O óleo da união derramado sobre a cabeça de Arão (Sl 133) que nos leva a amar as pessoas, aceitá-Las como são. Óleo que lubrifica os relacionamentos, fluindo como ingredientes para uma convivência saudável. Também o óleo da unção do Espírito que ungindo a cabeça, faz transbordar o coração (Sl 23.5).

BATOM PARA OS LÁBIOS - É o louvor. Salmo 34.1 nos recomenda a usá-lo constantemente. Evitemos palavras ferinas, negativas ou hábitos da murmuração. Enfeitar os lábios com palavras de louvor, de conforto, que levante os abatidos e glorifiquem ao nosso Rei (Sal 19.14).

MAQUIAGEM - Não há processo mais eficaz para embelezar a face do que a alegria. "O coração alegre aformoseia o rosto..." (Pv 15.13).

BRILHO - O tempo que passamos com Deus dá brilho a vida. Que o diga Moisés (Ex 34.29). "Para ser bela pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante de Deus" - Michel Quoist.

CREME PARA AS MÃOS - (Ec 9.10 e Pv 31.20) Mãos adornadas com o serviço ao próximo. Mãos que trabalham, mãos que constroem, mãos que ajudam, mãos que sustentam os debilitados.

CALÇADOS PARA OS PÉS - (Pv 4.26-27) - Pés que andam por caminhos direitos ( Is 52.7 ) - Pés formosos que levam boas notícias, as boas novas da salvação.

TRAJE - Alta costura do Atelier do Senhor - (1Pe 3.3-4) apresenta o traje do espírito manso e suave. E é a única fórmula bíblica para conquistar o esposo para Cristo.

PERFUME - Mais precioso que o "Chanel 5 ", pois é da "grife" do Senhor - (2 Co 2.14-15) - O perfume de Cristo. É um pouco diferente das famosas essências francesas cujos frascos precisam ser bem lacrados para não exalar o aroma; neste, o "vaso de alabastro" (a nossa casca grossa) tem que ser quebrado para perfumar o ambiente.

ETIQUETA SOCIAL - Aulas de etiqueta social não podem faltar ao tratamento de beleza, pois completam o trabalho realizado. Define-se apenas numa palavra AMOR. Sem ele nada tem valor. E com ele é possível nos apresentarmos com nobreza em qualquer ambiente. (1 Co 13.5) "O amor comporta-se bem e não busca vantagens próprias".
Que Deus lhe proporcione oportunidades para viver a beleza de Cristo em todo o seu esplendor.
Desenvolva toda sua potencialidade de MULHER CRISTÃ atuando em sua Igreja em um dos ministérios existentes, em seu lar, enfim em todo tempo que a Luz de Jesus brilhe através de você.


Grupo Mulher Cristã
http://br.groups.yahoo.com/group/mulher_crista/

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Eva, A mãe de todos os viventes

Adão recebeu a tarefa de supervisionar toda a criação, mas Deus declarou que não era bom que ficasse sozinho. De sua costela, Deus criou a mulher e a apresentou como esposa para Adão, atingindo assim a clímax da criação (Gn 2.18-24). Eva não foi uma idéia tardia ou repentina, mas uma parte indispensável do plano de Deus. Tanto Adão como Eva foram criados “à imagem de Deus", colocados no mundo para cuidar de todas as coisas que ele colocou sob seu domínio.
A pureza e a inocência foram quebradas quando a serpente entrou em cena. Eva escolheu acreditar na mentira de Satanás. Ela era livre para colocar sua vontade acima da de Deus e a fez. Quando ofereceu a fruto a seu marido, ele também desobedeceu. No Novo Testamento, Paulo explicou suas ações dizendo que Eva foi enganada, mas Adão comeu a fruto desobedecendo conscientemente (2Co 11.3; 1Tm 2.14). O casal, cheio de culpa, escondeu-se de Deus, tecendo para si roupas de folhas de figueira, a fim de cobrir sua vergonha. Eles não apenas quebraram seu relacionamento com Deus, mas também a relacionamento entre si e com todas as gerações futuras, alem da natureza sabre a qual deveriam dominar.
Deus amaldiçoou a serpente e a terra par culpa do homem e profetizou tristeza, trabalho pesado e morte para o primeiro casal. Para a mulher, dor na gestação e ao dar á luz e em seu relacionamento com a marido. Ela apresentaria resistência á sua liderança na medida em que seu papel de líder também iria se distorcendo (Gn 3.16) ..
Expulsa de seu agradável lar, Eva concebeu e teve dais filhos. Sua a1egria com o nascimento deles foi transformada em dar, como predito por Deus. Caim assassinou seu irmão, desafiando a ordem de Deus com relação aos sacrifícios, e o Senhor o baniu do Éden. Eva ficou sem filhos até que a graça de Deus, mais uma vez, a visitou dando-lhe outro filho, Sete, que veio a ser ancestral do Messias.
Eva permanece como um arquétipo do sexo feminino. Mesmo tendo sido criada a imagem de Deus (Gn 1.27), exerceu sua vontade ao desobedecer ao Criador (Gn 3.6), ousando desafiar sua autoridade. Desobediência não e, em si, um motivo, mas pressupõe um motivo. Sua tentação não foi a de meramente desobedecer, mas, em última análise, a de agir a sua maneira ou de obter o que desejava. A voz de Eva é como um aviso vindo de tempos antigos a toda mulher para que siga a caminho da obediência. Ressoa como uma nota de esperança;a quando a mulher falha; ela encontra a justiça de Deus, mas também experimenta sua graça. (Rm 5.18-19).

Honrai o sexo feminino! É preciso fazê-lo, porque Deus ama a mulher desde que a modelou. Christine de Pisan, 1429.

Veja também: Gn 2.18-4.25; 2Co 11.3; I Tm 2.13-14; 2; 2 Sm 6; Pv 5; Os 2; Am 3; 2Co 13; Hb 12); (1Sm 1; Is 49; Ez 16).

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Receitas Domestica

Pasta para dar brilho em panelas.

Ingredientes:
1 pedra de sabão de boa qualidade,
1 pedra de sabão de coco,
1 litro de água quente,
4 colheres (sopa) de detergente,
4 colheres (sopa) de vinagre,
4 colheres (sopa) de açúcar.

Preparo:
De um dia para o outro colocar as duas pedras de sabão raladas de molho na água quente. No dia seguinte leve essa mistura ao fogo , para derreter, sem ferver.
Acrescente os demais ingredientes . Coloque em potes. Uma receita dá 6 potes (de margarina). Fica uma pasta cremosa que realmente dá brilho às panelas.

Idéias para ganhar dinheiro

Pasta de brilho para arear panela
Material:
11 copos americanos de água (1litro e 750 ml)
1 sabão em barra amarelo ralado
3 colheres de vinagre
4 potes vazios de 250g

Preparo:
Levar ao fogo com até dissolver o sabão.
Coloque nos potinhos de 250g e deixar esfriar.


Amaciante
Material:
5 litros de água fria
1 litro de água quente ( sem ferver )
2 colheres ( sopa ) de glicerina liquida
1 garrafinha de leite de rosas
1 sabonete lux luxo branco ou doveEsquente bem
1 litro de água ( sem ferver ), desligue o fogo e coloque o sabonete ralado.

Preparo:
Tampe e deixe algumas horas para amolecer.Depois volte a panela no fogo baixo mexendo delicadamente sempre sem deixar ferver para derreter totalmente.Despeje num balde e acrescente a glicerina, o leite de rosas e os 5 litros de água friaMisture e engarrafe.Observação : Na hora que se faz fica líquido, mas no dia seguinte fica bem cremoso. Se quiser, acrescente gotas de essência ou colônia para bebê.

Ajax
Material:
1 colher de ácido bórico
1 colher de bicarbonato de sódio
1 colher de amoníaco
1 colher de vinagre branco
1 litro de água morna
Preparo:
Junte tudo e por último o amoníaco e mexa.
5 litros de água morna
1 ½ kg de sebo derretido
½ kg de fubá
½ kg de soda
1 litro de água fria
Preparo:
Dissolva o fubá na água fria, adicione água quente, mexendo sempre.
Coloque a soda aos poucos, com cuidado para não se queimar, e por último o sebo derretido.
Vai mexendo até esfriar.
Depois de frio cortar as barras no tamanho desejado.
Sabão de Álcool
Material
6 latas de óleo de soja (pode ser usado)
4 litros de álcool branco do posto2 litros de água
1 kg de sodaDesmanchar a soda na água.
Preparo:
Acrescentar o óleo e o álcool e bater até formar o fio.Para sabão líquido colocar40 litros de água e bater no tanquinho

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

4 ATITUDES indispensáveis na vida da mulher que ora.


TEXTO: 1 Samuel 1:17

Qual o tema da festa?
"Deus e fiel para com suas promessas na vida da mulher que ora".
O que Ana tanto pedia a Deus? Qual era a sua angustia a sua tristeza?
Todos nos sabemos que Ana não podia ter filhos (por isso era uma mulher triste, angustiada), mais ao tomar algumas Atitudes, Ana busca a Deus e Deus ouve a sua petição, e lhe concede o que tanto lhe pedia, um filho... (SAMUEL). Porque Deus e fiel com suas promessas na vida da mulher que ora.

Divisão
Mais eu quero chamar a sua atenção esta noite para uma coisa muito importante que vejo aqui... São as ATITUDES que aquela mulher tomou.

1) Levantar-se (v. 9)
Isso significa colocar-se de pé, sair do comodismo, sair do Estacionamento.

• Lembro-me das palavras do profeta Miquéias no capítulo 2: 10, "Levantai-vos e andai, porque não será aqui o vosso descanso, por causa da corrupção que destrói grandemente”...
• Diga comigo: Estacionar nunca, render-se jamais!

Podemos perceber, ao lermos a bíblia sagrada, que Jesus sempre usou a expressão: Levanta-te. /

1. Mt 9.6 - Ora, para que saibais que 0 Filho do homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados (disse então ao paralitico): Levanta-te, torna 0 teu leito, e vai para tua casa.
2. Mc 3.3 - E disse Jesus ao homem que tinha a mão atrofiada: Levanta-te e vem para o meio.
3. Mc 5.41 - E, tomando a Mao da menina, disse-lhe: Talita cumi, que, traduzido, é: Menina, a ti te digo, levanta-te.
4. Mc 10.49 - Parou, pois, Jesus e disse: Chamai-o. E chamaram o cego, dizendo lhe: Tem bom animo; levanta-te, ele te chama.
5. Lc 7.14 - Então, chegando-se, tocou no esquife e, quando pararam os que 0 levavam, disse: Moço, a ti te digo: Levanta-te.

Estar em pé na presença de Deus tem uma grande importância espiritual:
1. Estar em plena comunhão com Ele (1 Jo 1: 7).
2. Estar em Cristo, como vara ligada na videira (lJo 2:6).
3. Estar acordado, vigilante e preparado (l Ts 5:6).
LEVANTAR-SE, 1ª Atitude indispensável na vida da mulher que ora.

2) Orar – Oração (v. 10)
"Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela [oração] e suplica com ações de graças". FI 4:6
Aprendemos muito com Ana aqui sobre oração. Em todos os momentos de sua vida, Ana sempre orou a Deus.
1. MOMENTO: Tristeza angustia depressão (vs. 08,09).
2. MOMENTO: Alegria, Gozo (2:1).
· Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração" Rm 12:12
· Com toda [a oração] e suplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e suplica, por todos os santos.

3) Compromisso (v. 11)
O motivo pelo quais muitas pessoas vivem uma vida desgraçada, sem sentido, sempre as mesmas coisas (nunca muda), e porque não querem mais ter compromisso com Deus. Querem viver uma vida "livre" .
Porque quem tem compromisso com Deus, tem que ser diferente, tem que abandonar muitas coisas, e viver 100% pra agradar e obedecer a Deus.
Quem tem compromisso com Deus aqui?

4) Perseverança (v. 12)
Só quem tem vitória, tem de Deus atenção, são aqueles que perseveram, nunca desistam, começou ... Termina.
· Rm 5:3,4 - E não somente isso, mas também gloriemo-nos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a perseverança. E a perseverança a experiência, e a experiência a esperança.
· Hb 10:36 - Porque necessitais de [perseverança], para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.
· Hb 12:1 - Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com [perseverança] a carreira que nos está proposta.

CONCLUSAO:
Com essas atitudes, Ana foi abençoada e agraciada por Deus. Com essas atitudes, você poderá também alcançar a vit6ria.
Essas são as atitudes indispensáveis na vida da mulher que ora, para ter de Deus a sua resposta.

1. Levantar-se
2. Orar
3. Compromisso
4. Perseverança

Jogral

MÃE, A MULHER IMORTAL ........ (6 participantes) 1-2-3 A mulher se integrou completamente 5-6 ...