Vejam Só

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Tema: A Cesta Básica da Verdadeira Auxiliadora

"Então, Jesus, erguendo os olhos e vendo que grande multidão vinha ter com ele, disse a Filipe: Onde compraremos pães para lhes dar a comer?" (Jo 6.5)

Introdução: O apóstolo João relata a preocupação do Senhor Jesus com a fome da multidão que o cercava. Seus discípulos trouxeram-lhe o lanchinho de um menino (cinco pães e dois peixes). Depois de orar, o Mestre repartiu-os e ordenou que os discípulos distribuíssem à multidão. Todos comeram e ainda sobraram 12 cestos!
O Mundo Hoje - Hoje o nosso planeta é habitado por mais de 6 bilhões de pessoas e, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 800 milhões passam fome! No Brasil, estudos divulgados pela Fundação Getúlio Vargas revelam que 50 milhões de brasileiros são indigentes, isto é, sobrevivem com uma renda per capita mensal menor que 80 reais.
A Origem da Cesta Básica - O governo federal criou um programa de distribuição de cestas básicas para atender a esses milhões de indigentes de nossa pátria. Gêneros que compõem a chamada cesta básica: arroz, feijão, macarrão, fubá, óleo, leite, farinha, café, açúcar, além de algum material de limpeza e higiene pessoal (os produtos podem variar de acordo com a região).
Observação: A cesta básica é tão importante que a variação dos preços de seus produtos mede a inflação.
Outras Cestas - A cesta básica inspirou a criação de outros, programas de assistência aos carentes:

1) No Rio de Janeiro, a "Cesta do Cidadão” que doa cheques de R$ 100,00 a famílias carentes com renda mensal de até R$ 130,00 reais, que mantenham dois ou mais filhos na escola com a vacinação em dia.

2) Em São Paulo, o programa "Alimenta São Paulo", que distribui cestas básicas para famílias com renda inferior a meio salário mínimo.

3) “Bolsa-Escola" do governo federal, que beneficiará 11 milhões de crianças de 5,8 milhões de famílias. O valor da bolsa é de R$ 15,00 por aluno, e cada família terá direito, no máximo, a R$ 45,00 mensais, independentemente do número de filhos.

Que Produtos Compõem a Cesta Básica da Verdadeira Auxiliadora?

Á luz da Bíblia entendemos que não podem faltar os seguintes produtos espirituais:

1) Humildade – A Bíblia exalta a humildade (Salmos 138.6; 1 Pedro 5.5; Mateus 5.3). Jesus, o filho de Deus disse: “...aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração.” (Mateus 11.29).

2) Fé – Por quê? Porque “sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11.6). Leia também os versículos 1, 31 e 35 do mesmo capítulo.

3) Esperança – O substantivo esperança deriva do verbo esperar. Nossas expectativas, nossos anseios devem estar somente em Deus (Salmos 62.1). Jesus Cristo é a nossa esperança (1 Timóteo 1.1).

4) Pureza – “Felizes os que têm o coração puro, pois eles verão a Deus” (Mateus 5.8), disse o Senhor Jesus. Paulo exorta Timóteo a conservar-se puro (1 Timóteo 5.22).

5) Leitura Diária da Bíblia Sagrada - A Palavra de Deus é alimento essencial para nossa vida. "Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus" (Mateus 4.4). Por meio da Bíblia Deus se revela e mostra a Sua vontade para o nosso viver. Façamos nossas as palavras do salmista: "Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!" (Salmo 119.97).

6) Oração – Esse produto básico não pode faltar na vida da Verdadeira Auxiliadora. Orar é ter comunhão íntima e pessoal com o Deus Todo-Poderoso. Nosso Mestre orava e aconselhou-nos a orar sempre e sem esmorecer (Lucas 18). Paulo exortou os Tessalonicenses a orar sem cessar (1 Tessalonicenses 5.17). O próprio Senhor Jesus ensinou: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação” (Mateus 26:41).

Conclusão – Além das virtudes cristãs que mencionamos, há outras que não podem faltar na vida da serva do Senhor Jesus, como, por exemplo, as ensinadas em Gálatas 5.22. Amada irmã, com esses produtos da “cesta básica” da Verdadeira Auxiliadora em nossa vida, com certeza faremos diferença neste mundo famélico de valores morais e espirituais.

Preparando a cesta e seus produtos - Você pode utilizar uma linda cesta de vime. Faça os “produtos” com caixas (embalagens) de presentes. Escreva nelas o nome dos produtos de modo bem legível.
Desenvolvendo o tema – Inicialmente a “cesta básica” deverá estar vazia. À medida que for discorrendo sobre o tema e apresentando o produto, você o colocará na cesta.


Nota: A idéia acima foi extraída da Revista SAF – Ano 48 / 3º Trimestre de 2002

Nenhum comentário: